Arquivo mensal: junho 2017

Fracasso ou sucesso?

O texto de hoje é breve, mas nem por isso deixa de ser importante.

Peço que observe a imagem abaixo:

Você se reconhece nisso?

Já aconteceu com você quando você tentou (ou tenta) seguir uma dieta?

Eu vi esta imagem sendo compartilhada nas redes sociais, juntamente com os comentários das pessoas que dão risada e atribuem este grande descontrole no fim do dia a um fracasso pessoal.

Ou seja: as pessoas acham que extrapolar na quantidade de comida depois que você passou o dia tentando “comer certinho” é pura falta de disciplina (ou de foco, força e fé, como gostam de dizer)

Isso não é verdade.

Quando você tem um “rebote” quando faz uma dieta, isso não é culpa sua.

Existem duas coisas fundamentais que você precisa compreender:

1) O que foi narrado entre as 9:00 e às 17:00 é uma quantidade ridícula de comida.

Se você acha que um padrão normal de alimentação é o que está sendo mostrado ali, o seu referencial está bastante distorcido.

Tapioca, iogurte zero, saladinha, carne magra + maçã é DIETA DE FOMEÉ simplesmente impossível que uma pessoa adulta fique satisfeita e nutrida com tão pouca comida e o cardápio “ideal” mostrado na figura é parecido com a rotina das pessoas que têm transtorno alimentar restritivo. Não é razoável, não é saudável e definitivamente não é normal.

Você pode (e deve!) comer mais do que isso. Você pode (e deve!) montar um prato digno de almoço.

2) O efeito rebote é inevitável quando você come uma quantidade ridícula de comida.

Não superestime o poder da FORÇA DE VONTADE™. A disciplina e a vontade têm o seu papel, mas a influência disso na sua alimentação é muito menor do que você imagina.

Não é verdade que é possível escolher comer pouquíssimo (ou mesmo não comer) sem que isso resulte em consequências.

Se você não alimenta o seu corpo com alimentos nutritivos e suficientes, ele invariavelmente VAI reagir.

Quando você “fura” a sua dieta, isso não significa um fracasso da sua disciplina. Significa que o seu organismo está te defendendo. Porque a prioridade do seu corpo é te manter vivo. E as reações do seu sistema nervoso autônomo que resultam na hiperfagia estão 100% fora do seu controle.

Se fosse possível comer pouquíssimo todos os dias sem a presença das reações de defesa que as pessoas interpretam como derrota pessoal… os praticantes de dieta iriam todos acabar no hospital.

Portanto entenda:

O que acontece às 21:00 não é o fracasso de um indivíduo, mas sim o sucesso de um organismo.