Eu já vi o Globo Repórter.

Como eu lido com questões sobre alimentação e saúde, volta e meia alguém me pergunta:

– Paco, você viu o Globo Repórter?

– Paco, você viu o Bem Estar?

– Paco, você viu o Fantástico?

R: Vi sim. Vi todos. Todos os que já foram exibidos e todos os que ainda nem foram gravados.

obesidade

(O Google identificou: mais de 14.000 resultados)

Eu não estava em casa ontem. Saí com meu namorado. O Globo Repórter estava abordando o assunto Diabetes e Hipertensão.

Eu não voltei para casa. Eu nem liguei a TV. Mas eu vi tudo.

Já sei que filmaram pessoas gordas sem cabeça (e possivelmente comendo sorvete – estereótipo clássico) andando na rua, sem autorização.

(Gordo genérico, segundo a Rede Globo)

Já sei que eles mostraram o “case de sucesso” do fulano-de-tal que emagreceu dezenas de quilos seguindo a dieta X.

Já sei que eles informaram a população de que somente obesos têm hipertensão e diabetes.

Já sei que as pessoas magras que assistiram o programa pensaram “ah, se eu não sou gordo, então está tudo bem comigo”

(Newsflash: magros também têm hipertensão e/ou diabetes)

Já sei que eles ensinaram técnicas e deram dicas de modo superficial, sem respaldo científico, sem considerar a individualidade num tutorial de horror para milhões de espectadores.

Já sei que eles disseram que a solução para TODOS OS PROBLEMAS de saúde é: emagrecer!

Já sei que as pessoas vão continuar achando que o peso é muito mais importante do que os hábitos que elas adotam na vida.

Já sei que no dia seguinte vai ter muita gente fazendo maluquices para emagrecer, pulando de método em método que encontrarem nas revistas, na TV e na internet. Vale jejum, remédios, doses tóxicas de chás de mil folhas, exercício físico sem orientação profissional e a eterna esperança num alimento milagroso.

Já sei que as crianças gordas serão mostradas como FUTUROS OBESOS COM O PÉ NA COVA, e os pais serão duramente culpabilizados.

Já sei que ninguém vai falar dos riscos de fazer dieta por conta própria. Muito menos sobre transtornos alimentares. E de imagem corporal.

(Rede Globo não se responsabiliza por isso. Problema teu.)

Já sei que tudo será exposto dentro da dinâmica “8 ou 80”: ou você faz tudo certo, ou você vai morrer. 

Já sei que não irão ressaltar a importância de se alimentar bem, gerenciar o estresse, valorizar o repouso, a saúde mental, a socialização, fazer atividade física de forma prazerosa e segura. Não. Você tem que emagrecer!!

Já sei que todos os gordos do Brasil receberão um reforço do carimbo de “preguiçoso e doente” no meio da testa, alimentando o estigma da obesidade e endossando preconceito, seja ele partido do público leigo ou dentro dos consultórios médicos.

Eu eu JÁ SEI que vou ter que responder:

Olha, a maneira que a televisão fala sobre saúde e alimentação é muito simplista e muito sensacionalista. Eles reforçam estereótipos constantemente e fazem tanto terrorismo que as pessoas não se interessam por cuidar da saúde de um jeito lúcido e coerente. Elas ficam desesperadas. Não existe nada conclusivo sobre este alimento ou sobre este tipo específico de dieta. Cada semana eles falam uma coisa e tudo se trata de manter a audiência, não promover saúde da população. A Rede Globo é uma emissora tremendamente gordofóbica e humilhar gordos é uma espécie de esporte para eles.

Eu já vi o Globo Repórter. Você também.

Então na próxima semana, aproveite para sair de casa e dar um passeio. Busque algo que te faça bem.

Anúncios

3 ideias sobre “Eu já vi o Globo Repórter.

  1. Neide Cesar de Avellar Garcia

    Mais uma vez ARRASOU PACO!!!!!
    deixei de assistir Tv .Mesmo porque não há o que assistir pelamordedeus!!!!!!
    Esse Bem Estar p.ex.devia chamar Mal estar.
    Adoro seus textos.Sua linguagem e sua forma de escrever me encantam.
    Sucesso no seu trabalho!!
    Suas informações sao sempre muito esclarecedoras e ajudam demais neste caminho de se livrar das dietas.
    Abraco carinhoso!!

  2. sandra godoy

    Paco, concordo com tudo. Quem assistiu um, assistiu todos. E a gente é sempre culpado. Estou aos poucos saindo deste círculo vicioso (e olha que nem sou gorda, uns três quilos acima do que consideram “normal”, o tal IMC), graças a pessoas como você e a Sophie Deram, mas tem dia que tenho vontade de cortar todos os carboidratos que vejo na frente, ao olhar no espelho e ver que não sou mais aquela magrela de vinte anos atrás (oi?). Só para completar, outro dia fui ao Einstein levar minha filha com bronquite, e o médico que atendeu disse que todos odeiam de coração o Globo Repórter e mais ainda o Bem-Estar. Eles perceberam que as queixas no PS aumentam de acordo com a pauta dos dois programas. A que ponto chegamos… Grande beijo e parabéns pelo trabalho, continue firme em sua missão – apesar dos ataques todos. Estamos com você.

Os comentários estão desativados.