Meu Deus, era o açúcar!!

Okaay. Vamos falar sobre o ASSUNTO DO MOMENTO.

(Indústria do açúcar pagou para que a gordura levasse culpa por doenças)

Antes de começar a pensar em teorias da conspiração e correr em círculos porque o açúcar era o VERDADEIRO VILÃO durante todo esse tempo tempo (e ele teria conseguido se não fossem esses jovens enxeridos e este maldito cachorro),

LEMBRE:

A mídia, o discurso biomédico e a indústria do emagrecimento classificam os alimentos dentro dos seguintes grupos:

a) cura.
b) mata.
c) engorda.
d) emagrece.

E dentro da periodicidade média de uma década, o “vilão” muda:

1980-90: colesterol
2000: carboidrato
2010: glúten/lactose
2016: frutose (& o terrível ~pico de insulina~)

As substâncias vilãs e mocinhas mudam de estudo em estudo, best-seller em best-seller… E as pessoas reagem como bonecos de Olinda, correndo para lá e pra cá atrás da [verdadeira] VERDADE.

Uma vez que há 30 anos ocorreu todo um movimento para demonizar a gordura, as população foi encorajada a consumir uma dieta “fat free“, que seria supostamente mais saudável.

Consequência disso: aumento da proporção de carboidratos na dieta ocidental.

Consequência disso: aumento progressivo de peso e outros problemas correlatos.

Entenda que “a culpa” não está nos alimentos X,Y,Z. O que determina o estado de saúde das pessoas é a quantidade e a frequência do consumo dos diversos grupos alimentares e os hábitos que ela cultiva.

Transferir O INIMIGO de “gordura” para “açúcar” em nada modifica o pensamento dicotômico e simplista que foi construído em torno dos alimentos e o reflexo que isso causa no comportamento das pessoas (somos eternas baratas tontas tentando comer “corretamente”)

(O horror…)

Tudo (tudo mesmo!) em excesso faz mal.

O problema não está na comida (!), mas sim na maneira que nos relacionamos com ela. Os significados que atribuímos que as escolhas que fazemos.

obs: da mesma maneira que existe indústria do emagrecimento, indústria da moda, indústria indústria da beleza, indústria cultural etc… existe a indústria ACADÊMICA (oooooooooohh! Siiiiiim!). Estudos pagos para modificar os hábitos da população: NO SURPRISES. “Estudos indicam” não é respaldo para nada nessa vida. Quem viver os próximos 50 anos, verá.

Anúncios

2 ideias sobre “Meu Deus, era o açúcar!!

  1. Heloisa Carvalho

    Essa semana eu vi um vídeo no Youtube que comparava açúcar (seja ele em forma de doces ou carboidratos simples) ao, pausa dramática, CRACK! Isso mesmo! No vídeo, dois homens diziam que comer com moderação é um mito e que, assim como um viciado em crack não deve diminuir e sim eliminar o uso da droga, o mesmo deveria ser feito com os açúcares. Assisti até o final só pra ver o tamanho da insanidade da argumentação…

Os comentários estão desativados.