Gabriela.

Gabriela,

Pare de JULGAR TODO MUNDO.

Você está emitindo opiniões sobre pessoas que você NÃO CONHECE.

Síndrome do ovário policístico NÃO É uma desculpa.

Síndrome metabólica NÃO É uma desculpa.

Efeito colateral de corticóide NÃO É uma desculpa.

Hipotireoidismo NÃO É uma desculpa
(não sei se adianta falar isso para você, mas: não seja ignorante).

Anticoncepcionais e antidepressivos podem promover ganho de peso SIM.

(e você nem sabe se se trata de gordura ou retenção hídrica)

Constituição física NÃO É desculpa. São pessoas que são gordas. E ponto. Elas SÃO assim, estão perfeitamente saudáveis e NUNCA terão corpo de capa de revista (e estão com a saúde OK, obrigada)

Menopausa NÃO É desculpa.

Transtorno alimentar NÃO É desculpa.

Tumor na glândula supra-renal NÃO É desculpa

MUITAS (muitas!) condições clínicas favorecem o ganho de peso.

E sabe o que mais? Você NÃO CONHECE NADA SOBRE A VIDA DESSAS PESSOAS.

Dificuldade física, financeira, clínica, mental, emocional, psicológica… NADA DISSO é desculpa.

E sabe o que também NÃO É desculpa? A pessoa se sentir bem com seu corpo, ser fisicamente ativa e estar perfeitamente saudável. Sobrepeso não é doença. Sobrepeso não é obesidade. Sobrepeso não é sinônimo de ‘feiura’. (Contribuição da leitora Cristina)

Você não sabe:

Se a pessoa está de luto.

Se a pessoa tem transtorno de ansiedade.

Se a pessoa está com depressão.

Se a pessoa tem dificuldades emocionais para se relacionar com o alimento.

Você não sabe se ela tem compulsão alimentar, come até as entranhas arderem, para depois vomitar para dar espaço para mais comida.

Como você não conhece essas pessoas que você está julgando de maneira simplista, você não pára para pensar (você PENSA?) nos sentimentos delas. Você esquece que o ser humano é um indivíduo biopsicossocial MUITO complexo e para muitas pessoas, a questão vai muito além da tríade:

Dieta + Treino + “Força de Vontade”

Para muitas pessoas, a questão não é tão simples. Tenha um pingo de empatia.

“Você come”: Ok, querida. Você vive de luz? Todos os seres humanos COMEM.

“Você não treina”: Você SABE ALGO sobre a situação de vida da pessoa que você está julgando? Se ela tem condições financeiras de pagar algum tipo de atividade física? Se ela mora em um lugar favorável, se ela tem TEMPO para isso? Se ela tem dois empregos? Se ela tem um filho com deficiência? Você sabia que as pessoas não vivem na sua Realidade de Glitter?

(O mundo reluzente de Gabriela)

E você sabia que pessoas como VOCÊ fazem com que as pessoas gordas tenham vergonha de PISAR em uma academia de ginástica, justamente por causa desse tipo de julgamento? As pessoas gordas sentem vergonha de fazer atividade física. Você já pensou nisso?

(Não, né? Os sentimentos das pessoas não te interessam. PRINCIPALMENTE se forem gordas. Né não?)

“Você não tem força de vontade”: maior MITO do mundo. Não conseguir seguir dieta restritiva não tem nada a ver com o poder da mente da pessoa.

1)Você reduz significativamente a quantidade de alimentos que você ingere.

2) Seu cérebro interpreta isso como um período de privação.

3) Seu cérebro não sabe que você está causando o cenário de privação VOLUNTARIAMENTE.

4) Ele vai querer te defender.

5) Como? Aumentando o apetite e reunindo gordura corporal.

Isso se chama “efeito sanfona”… Acontece com pessoas que têm dificuldades de conciliar alimentação e VIDA e

NÃO VIVEM DO CORPO COM DEDICAÇÃO EXCLUSIVA!! (seu caso)

Você não quer que eu fale sobre a minha desconfiança de que você usa métodos controversos e nada saudáveis para “manter” a sua magreza em níveis limítrofes. Quer? QUER que eu te julgue sem acompanhar a sua história de vida?

Pó parar, né?” Você não vai gostar. Né?

E eu não estou falando do Glamour e da flagrante falsidade que você divulga no Instagram, no Facebook, no Snapchat, nas revistas, na TV.

Estou falando da sua vida fora dos holofotes.

Bravateadora!

Você VENDE uma mentira. Sua vida não é perfeita. Porque a de ninguém é.

E você influencia MILHÕES de pessoas a: se alimentarem de forma inadequada, reproduzirem exercícios sem supervisão, colocarem a magreza acima de todos os valores humanos, olharem no espelho e se sentirem um lixo e, principalmente, se sentirem UM FRACASSO porque não conseguem reproduzir o seu estilo de vida CONTO DE FADAS FITNESS.

Realmente, você exerce influência na vida das pessoas: tóxica.

Todo o seu conteúdo promove o efeito de Narcisismo ao contrário: quando mais as pessoas acessam, PIOR elas se sentem.

Não julgueis, e não sereis julgados. (MATEUS 7:1)

E pessoa nenhuma precisa ser religiosa para aprender com isso.

Pare de julgar.

Pare de palpitar.

Pare de falar sobre realidades de vida que você não conhece.

Pare de fazer suposições sobre pessoas que você não conhece.

Pare de se vangloriar.

Pare de ser medíocre.

Pare de ser SIMPLISTA.

Você não representa um estímulo ao bem estar, saúde e qualidade de vida.

Você representa uma caricatura ardilosa de “saúde” (NADA que você faz e publica se relaciona com saúde. Apenas com paranóia, jabá, gordofobia e culto ao corpo).

Você é um câncer na internet. E não é benigno.

Observação:

Comentários que contenham as seguintes palavras-chave:

– Recalque
– Gordas
– Força de vontade
– MIMIMI
– Tiraram o Snapchat dela do contexto
– É BRINCADEIRA
– Ela sempre fala brincando
– Ela é muito brincalhona.
– Ela é muito espontânea.
– O mundo tá chato.
–  é inveja
– Geração Pugliesi
– que exagero
– obesidade é doença

E coisas do gênero

Serão sumariamente deletados.

Dois motivos:

1) Meu Blog, Minhas Regras.

2) Não sou obrigada.

Pois é. Isso aqui não é uma democracia. É o MEU ESPAÇO. E eu tenho pleno direito de tirar o MATO do meu jardim.

Não, talifã…Eu não quero discutir. Lide com isso.

Anúncios

98 ideias sobre “Gabriela.

  1. Denise

    É! Talvez a pessoa seja normal, daquele tipo q vc liga e fala “ôw, vamo lá comer uma izza e tomar um chopp q eu to mó pra baixo hj, preciso conversar”…, sabe? gente de verdade!
    Ela fala como se comer fosse uma coisa suja… pára.

    O que me consola é que este tipo de pensamento, como demonstram textos como o seu, estão fadados ao esquecimento e eu acho q num futuro bem proximo, quando alguma ovelinha seguidora for parar no hospital.

    Qualquer pessoa, por mais idiota que seja, se parar para pensar por um minuto entende q ser magro nao é sinonimo de ser bonito nem gordo de ser doente!

Os comentários estão desativados.