Brigadeiro ou Couve.

Status: AMANDO este gif da Preta Gil

SIM. Eu amei este gif. SIM. Eu sou nutricionista. Venham me pegar.

Vamos falar sobre isso?

“Você pode substituir essa couve por um brigadeiro!”

Sim, você pode.

Se você está com vontade de comer um brigadeiro, não faz sentido comer couve.

CLARO que é importante consumir todos os grupos alimentares (couve, inclusive)

[Não venha aqui me acusar de estar encorajando o consumo desenfreado de brigadeiro]

Mas já vi pessoas tentando aplacar a vontade de comer um doce com palitos de cenoura ou talos de aipo…Ou qualquer outra coisa que não seja o doce que ela originalmente queria.

… Sinto informar, mas essa estratégia não funciona.

Quando a gente come com tranquilidade, sem ter medo dos alimentos, sem colocar em cima do brigadeiro o estigma de “NÃO PODE“… As coisas fluem melhor. Posso garantir.

(Proibidão!)

Se você continuar nutrindo a ideia de que NÃO pode comer brigadeiro porque é um alimento “ruim”, é pecado, é um “lixo” (comida não é lixo), vai estragar seu shape
(Alô? alguém falou em saúde? Não, ninguém.) e você tem que persistir com FOCO, FORÇA e  (blablabablabla…) na sua DIETA…

A sequência de eventos será mais ou menos assim:

1) você vai ficar pensando enlouquecidamente no brigadeiro enquanto come couve, aipo e iogurte light.

2) Você, eventualmente, vai pensar “diacho, vou comer o brigadeiro”

(“DAAAAAAAAAAAAAAAAANE-SE!!!!!”)

3) Você vai se sentir UM FRACASSO.

4) E já que você ARRUINOU a sua dieta e destruiu o esforço de um dia inteiro, decide chutar o balde de uma vez e comer 10 brigadeiros.

5) “amanhã eu tento de novo”

O que acontece no dia seguinte (“amanhã”?)… A primeira coisa
 (a primeira coisa! É automático) que você vai pensar é:

    “Preciso emagrecer”

Aí o CICLO recomeça.

É horrível viver assim? É.

Por isso nossa relação com os alimentos tem que mudar. A maneira que COMPREENDEMOS o alimento tem que mudar.

É muito melhor saborear um brigadeiro quando você tem vontade…sem culpa, sem batalha, sem conflito interno… Sabendo que um (ou dois…) brigadeiro não vai ANIQUILAR a sua vida e nem macular a sua “dieta”.

Eu quero brigadeiro. Eu como o brigadeiro. Fim.

A sua conduta alimentar não precisa ser perfeita. Até porque não existe isso. Cometemos um excesso (ou nos damos um agrado) aqui e ali… e isso é absolutamente NORMAL.

Não declare a 3º Guerra mundial contra o brigadeiro. Encare-o numa boa.

(MALDITOS alimentos porcaria!)

Aí: o fascínio e o magnetismo que ele provoca vão desaparecer.
Aí: você pensa com calma. Pondera. E talvez você descubra que você, na verdade, nem queria aquele brigadeiro.
E na sua alimentação vai ter espaço para:
– Couve
– Cenoura
– Aipo
– Arroz
– Feijão
– Aspargo
– Peixe
– Ricota
– Goiaba
– Tomate
– Esfiha
– Carne de panela
– Pêra
– Pão
– Couve-flor gratinada
– Batatas
– Ervilhas

…E o brigadeiro.

 

E isso está OK.

#Confissões

Na família Gil da Vida, eu sou a Preta.

 

Anúncios

5 ideias sobre “Brigadeiro ou Couve.

Os comentários estão desativados.