Correntes nos Whatsapp – Dengue

(por favor, compartilhe! É importante.)

aedes

A postagem que vou fazer hoje destoa um pouco do tema do Blog, mas eu fiquei verdadeiramente preocupada com “correntes” que estão circulando no aplicativo de bate-papo ‘Whatsapp’ sobre supostas maneiras de repelir o mosquito Aedes aegypti.

(vetor de três doenças: dengue, febre chikungunya e zika virus)

Diversas postagens (eu recebi três) sugerem que as pessoas ingiram determinadas substâncias, que seriam exaladas pelas glândulas sudoríparas e dessa forma, repeliriam o mosquito.

As versões que recebi:

– 5 gotas de própolis.
– 1 dente de alho.
– 1 copo (?) de vitamina B12

Eis o que preconiza o Ministério da Saúde sobre a prevenção da dengue ( e doenças concomitantes):

Não existem medidas de controle específicas direcionadas ao homem, uma vez que não se dispõe de nenhuma vacina ou drogas antivirais. Atualmente, o único elo vulnerável da cadeia epidemiológica do dengue é o mosquito. Assim, o controle está centrado na redução da densidade vetorial, como por exemplo, mantendo o domicílio sempre limpo, ELIMINANDO POSSÍVEIS CRIADOUROS.

ROUPAS que minimizem a exposição da pele durante o dia quando os mosquitos são mais ativos proporciona alguma proteção às picadas dos vetores da dengue e podem ser adotadas principalmente durante surtos. REPELENTES podem ser aplicados na pele exposta ou nas roupas. Os repelentes devem conter Deet, IR3535 ou Icaridin. Os repelentes devem ser utilizados em estrita conformidade com as instruções do rótulo. MOSQUITEIROS proporcionam boa proteção pra aqueles que dormem durante o dia (por exemplo: bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos).

Para redução das picadas por mosquitos em ambientes fechados, recomenda-se o uso de INSETICIDA DOMÉSTICO em aerossol, espiral ou vaporizador. Instalação de estruturas de proteção no domicílio como TELAS em janelas e portas também podem reduzir as picadas.

Vamos recapitular?

1) Eliminar possíveis criadouros.
2) Proteger o corpo com roupas.
3) Uso de repelentes.
4) Mosquiteiros.
5) Inseticida doméstico.
6) Telas nas janelas e portas.

As substâncias que ingerimos ou bebemos NÃO SÃO exaladas pela pele, e mesmo se fosse o caso, as substâncias que estão sendo sugeridas nas correntes NÃO REPELEM o mosquito.

Não propague no Whatasapp a informação de que “Ingerir Vitamina B12” (ou qualquer outro tipo de substância) repele o mosquito.

Não passe o texto adiante. É desserviço.

Leia mais aqui: Suor atrai mosquito? Tomar vitamina B o afasta? Veja mitos e verdades

“‘Há um mito de que a vitamina B 12 ou o complexo B, como, por exemplo, a levedura de cerveja, eliminada pela pele modifica o odor do indivíduo e, com isso, o inseto não se aproxima. Mas, experiências já mostraram que mesmo que você passe a vitamina na pele, ainda assim os insetos picam’, afirma o alergista.”

As “correntes” recomendam doses massivas de vitamina B12, então ressalto que a hipervitaminose de cianocobalamina (B12) pode causar sérias alterações no baço (alterações esplênicas)

Existem dois tipos de alterações esplênicas: A esplenomegalia (aumento do tamanho do baço) e/ou ruptura do baço, uma complicação clínica muito grave pois pode ocorrer hemorragia com derramamento de sangue para a cavidade do abdômen.

NÃO ACREDITE EM RECEITAS CASEIRAS PARA REPELIR O MOSQUITO.

12717845_1168357359849545_2986359741820231200_n

Anúncios