Arquivo mensal: dezembro 2015

Você NÃO vai.

Eis que termina mais um ano, e com a passagem dele, as famosas promessas de ano novo.

Claro que este período Natal-Reveillon é um tempo de encher o coração de esperança e acreditar que TUDO é possível.

dino

(então, sei lá.)

Aí começam as mirabolâncias (essa palavra existe?)

“Vou acordar 5:30 da manhã todos os dias antes do trabalho para correr”

“Vou começar uma dieta e, dessa vez, SÉRIO: eu não vou furar’’

‘’Eu vou entrar naquela calça jeans de 1996’’

‘’Eu vou passar o ano inteiro sem comer chocolate’’

‘’Eu vou fazer academia TODOS OS DIAS’’

”Eu vou estudar 9 horas por dia pro concurso público”

‘’Eu vou partir para um ano sabático’’

‘’Eu vou escalar o Monte Everest’’

‘’Eu vou investir na bolsa de valores e ganhar meu primeiro milhão’’

‘’Em protesto contra o trabalho escravo, eu não vou comprar NENHUM PRODUTO fabricado na China.’’

Sejamos francos. Pé no chão, olho no olho e muita calma nessa hora:

serious

Não.

Você não vai.

Não quero que este seja um post esmigalhador de sonhos e roubador de doces de crianças. Não quero DESmotivar ninguém.

Mas precisamos entender que mudanças de hábito são lentas e difíceis. E que não são mágicas. E que não depende somente da nossa ‘’força de vontade’’. A força de vontade ocupa um importante papel nos nossos empreendimentos, é claro. Mas não é tão simples.

Existem muitos discursos por aí que dizem que pelo mero fato de você QUERER algo, o Universo simplesmente te atende.

(o que deseja?)

Parte disso não deixa de ser verdade. MAS o rinoceronte nunca se transformará num unicórnio:

 

Contudo, não nego: Pensar positivo é infinitamente melhor do que ser pessimista e muitas vezes, de modo misterioso (há quem diga divino) a vida ‘mostra’ o caminho.

Então até entendemos porque uma coisa que a gente queria muito muito muito e que nos frustrou porque não conseguimos… não era para nós. Naquela hora. Naquele momento.

(eu confesso, tenho dificuldade de LIDAR com esse tipo de coisa)

Deus escreve certo por linhas MUITO tortas.

reliant4

Deus escreve com nanquim, sentado num carro com três rodas, numa estrada esburacada.

Então não tente entender o ritmo e a lógica de Deus.

(se você não acredita em Deus, não tente entender o ritmo e a lógica dessa p*rra toda)

VOLTANDO AO TEMA: METAS DE ANO NOVO

Vamos imaginar que a sua vida é como um papel:

E você vai fazendo escolhas (e criando hábitos), e dessa forma fazendo dobraduras neste papel.

Até que, como resultado, sua vida no momento se encontra na configuração de um barco de papel:

(minha vida em 2015)

O que eu estou tentando dizer é que:

1) É difícil desfazer o barquinho de papel.Porque os vincos no papel foram muito bem delineados.

2) Depois de desfeito, você terá MARCAS no papel. As marcas no papel podem ser chamadas de força do hábito.

 

Sim: Hábitos têm FORÇA.

A força do hábito é como uma bola de pilates atirada bem no meio da sua cara

 

 

– Vai ser difícil apagar as marcas do seu papel. Talvez você precise usar um ferro de passar roupas ou alguns livros bem pesados.

 

– Talvez o papel não volte jamais a ser o mesmo: Liso, em branco e perfeito.

 – Mas você pode tentar ATENUAR as marcas.

 – ou criar outras novas…

 – ou desenhar no papel…

 

 

Enfim, a metáfora do papel pode ter sido terrível, mas o que estou tentando dizer é que as metas para o próximo ano precisam ser palpáveis, coerentes, atingíveis.

 Porque mudar hábitos é uma das coisas mais difíceis que existem.

Você NÃO VAI começar a frequentar a academia todos os dias.

 …Mas você pode começar indo duas vezes por semana.

Você NÃO VAI banir o chocolate da sua vida para todo o sempre.

 …mas você pode consumir com parcimônia, sem sentir culpa, sentindo o sabor de cada pedacinho – você descobrirá que quando você come sem culpa, ficará satisfeito com MENOS.

Você NÃO VAI usar a mesma calça jeans que você tinha aos 17 anos.

 … Mas você pode descobrir que o TAMANHO do corpo não importa tanto assim se você faz escolhas alimentares saudáveis, exercita o corpo de um modo que te agrade, comete um excesso aqui e ali, mas sem se castigar por causa disso no tribunal da sua consciência.

 Enfim, viver normalmente, saudavelmente e sem neuras vale muito mais do que um manequim 38/36. MUITO mais. Sério.

 Você NÃO VAI seguir uma dieta sem furos.

 …Porque dieta é uma estratégia falida que diminui o metabolismo, aumenta a fome, contribui para o efeito-sanfona, deixa a mente obcecada por alimentos, causa culpa, favorece episódios de compulsão alimentar…Depois FALHA e a pessoa ainda por cima fica pensando que a culpa foi dela.

 Você é uma pessoa esperta, eu sei disso. Então você nem vai fazer dieta.

 Você NÃO VAI realizar feitos cabulosos. Você NÃO VAI achar a arca da aliança e nem contar até o infinito.

 Então deixa disso.

 

Quando falamos sobre metas, o que sempre ouvimos é ‘’pense grande’’

E eu digo: pense pequeno.

Edifícios inteiros não BROTAM de um dia para o outro.

…Tudo começa com um primeiro tijolo.

 

Vai ser duro para você, e para mim também.

…Ninguém disse que seria fácil.

Sem mais despeço-me com elevada estima e consideração.

Feliz Ano Novo!!