Projeto Verão é uma besteira.

E eis que chega a época do ano em que as academias e clínicas de estética ENCHEM, fundamentando o boom de matrículas no tal do ‘’Projeto Verão’’

(tradicional representação de mulher magra genérica sem cabeça)

#Projeto Verão implica na ideia de que você precisa, de alguma maneira, ~se preparar~ para o verão.

Porque você provavelmente irá à praia ( ou ao clube ou à piscina  )

Porque seu corpo será visto

Porque é tudo um grande desfile

E você será julgado merecedor ou não de estar na praia ( ou no clube ou na piscina  )

Porque supostamente tudo isso é reduto de pessoas magras.

E o gordo que não teve DISCIPLINA nem FORÇA DE VONTADE não merece um lugar ao sol.

Já falei aqui anteriormente que o Verão é apenas uma estação do ano. Isso acontece porque a terra gira em torno do sol. O nome disso é translação

As datas que marcam o início das estações do ano determinam também a maneira e a intensidade com que os raios solares atingem a Terra em seu movimento de translação. Essas datas recebem a denominação de equinócio e solstício

Quando no hemisfério Norte é inverno, no hemisfério Sul é verão. Da mesma maneira, quando for primavera em um dos hemisférios, será outono no outro. Isso ocorre justamente em função da posição que cada hemisfério ocupa em relação ao Sol naquele período, o que determina a quantidade de irradiação solar que está recebendo.

O Solstício do Verão no Brasil em 2015 acontece no dia 21 de Dezembro

E você não precisa fazer nada.

Basta saber que a Terra gira.

E em alguns momentos do ano ela se encontra mais próxima do sol

E é só isso.

Você não precisa apresentar um atestado de IMC para entrar na praia. Você não precisa comprar ingresso para entrar na praia (talvez em algumas, mas aí significa que é um lugar exclusivista e você pode procurar locais democráticos e gratuitos ) Você não precisa comprovar o número do seu manequim para estar na praia. Você não precisa ser beliscada por um adipômetro para entrar na praia.

POR QUE, Ó DEUSES, as pessoas acham que é necessário investir tempo, esforço e dinheiro num ‘’Projeto Verão’’?

Como todo mundo quer pegar carona na [baixa]autoestima das pessoas nessa época do ano, também é a hora da apelação do cereal da Nestlé. Operação Biquíni.

Significa que você só pode ir para a praia se passar 15 dias comendo o cereal deles.

A nomenclatura utilizada já é mais invasiva, mais veemente – Operação Biquini

Talvez seja doidera minha, mas quando escuto a palavra ‘’operação’’, me lembro de estratégia militar.

 

Então é uma intervenção que deverá feita sobre o seu corpo. Não de cooperação, mas de ataque.

Operação Biquini é um período de luta e sacrifício contra os ~malditos~ sinais orgânicos do seu corpo [estrias, celulites, dobras etc.]. Há séculos, a mortificação e os sacrifícios eram feitos para educar o espírito e aproximar o homem de Deus. Atualmente, todas as práticas de devoção e esforços acontecem para a construção de um ‘’corpo perfeito’’

O que EU tenho para dizer sobre ‘’Projeto Verão’’? Nada.

Eu não vou fazer nem propor nada.

Só vou te dizer que não importa qual é o tamanho, a cor, a forma do seu corpo, você merece o sol, você merece descanso, você merece ser feliz.

‘’- Aaaahhh mas isso é um incentivo à obesidade’’

 

Aham.

 

Conte-me mais sobre a pessoa que viu uma gorda na praia e sentiu um urgente ímpeto de comer enlouquecidamente.

 

Permitir que QUALQUER pessoa gorda, saudável ou não, com diabetes ou não, com síndrome metabólica ou não, com cardiopatia ou não possa ir à praia e desfrutar como todos os demais NÃO é apologia à obesidade. É dizer que todo ser humano tem direito de vivenciar todas as experiencias da vida. Todo ser humano.

Doenças crônicas precisam de tratamento? Evidentemente.

E o que isso tem a ver com a obrigatoriedade de estar magro no verão?

Rotundamente NADA.

Então NÃO, não venha argumentar ”mas e a saúde? tem que cuidar da saúde, sempre”

* Não justifique sua gordofobia com discurso biomédico *

Voce NÃO precisa estar magra para ir a praia, casar ou sei lá que outros tipos de oportunismo mercadológico inventam com base no emagrecimento como fator condicional para que algo aconteça.

( Qual a necessidade DISSO? )

 

Cuide da saúde. Durante o ano inteiro. Porque é importante ter qualidade de vida.

Não faça restrição alimentar só para ~ficar bem~ no biquíni [para postar no Facebook]

Estamos na sociedade da imagem ( a imagem do do evento é mais importante do que o evento em si. A imagem de uma pessoa é mais importante do que a pessoa em si. )

Isso cansa.

Então vamos à praia. Sem vergonha. Sem pudores. Sem canga. Sem nos vermos reféns do olhar do outro

(YAY!)

 

Anúncios

5 ideias sobre “Projeto Verão é uma besteira.

  1. Renata

    Estou noiva e agora sou (ainda mais) alvo de todo o tipo de vigilância não requisitada, do tipo “você não pode comer isso, você vai casar” (afff). E recebo emails de planos de exercícios para entrar no vestido de noiva (oi? não é só comprar/alugar um do meu tamanho?) e já tô de saco cheio. Detalhe: tenho 1.68m de altura, 65kg, meu manequim é 40; não é como se eu fosse obesa (e ainda que fosse né, meu corpo não diz respeito a ninguém).

    Poréeeeeeem, tenho um histórico de sintomas de anorexia e restrições alimentares (do tipo que eu me convenci de que não sentia fome) que perdurou por quase 10 anos, iniciado na adolescência. Hoje, fazendo psicanálise há um tempo e tudo mais, estou começando a me achar bonita (tipo, muito bonita! como eu nunca vi isso antes?) e gostando mais do meu corpo do que 15 kg atrás. Mas ser bombardeada por esse tipo de mensagem não é nada bom; me faz tremer nas bases um pouco. Espero conseguir me manter sã até o dia do casamento.

    Ah, e marquei uma consulta com uma nutricionista que segue a proposta do Conaci! Mal posso esperar para conhecer melhor essa linha e, quem sabe, melhorar de vez minha relação com a comida. 🙂

    Quero aproveitar e te agradecer: seu blog me ajuda muito, um tantão mesmo. É muito bom ter um “porto seguro” nessa internet; saber que tem um lugar que não vai me julgar nem me criticar por não viver com o (único) objetivo de ser magra.

    Um beijo!

  2. Malu Frazão

    “‘’- Aaaahhh mas isso é um incentivo à obesidade’’
    Aham.
    Conte-me mais sobre a pessoa que viu uma gorda na praia e sentiu um urgente ímpeto de comer enlouquecidamente.”

    Conseguiu por em palavras algo que eu tinha um pouco de dificuldade de explicar.

Os comentários estão desativados.