Haters: como lidar?      

Quem tem um Blog, um Instagram, um canal no Youtube, um Twitter que faça um razoável sucesso na internet sabe muito bem disso:

Haters-gonna-hate-fat-chinese-kid (1)

Haters gonna hate….

Haters gonna hate

Haters GONNA hate.

Hater é: um neologismo criado na internet para designar pessoas que criticam nas redes sociais com comentários desconexos, repletos de senso comum, preconceito e falácias e arrematam com um ‘É MINHA OPINIÃO’. Um hater pode ou não te fazer ameaças pessoais, mas eles causam consternação e, principalmente, muita preguiça.

A definição é minha, sintam-se à vontade para reproduzir a explicação.

Haters causam vários tipos de transtornos. Depende do teor do Blog, do conteúdo que está sendo emitido, depende até se a pessoa que está falando/escrevendo é homem ou mulher.

O que normalmente ocorre aqui no NSE são pessoas que caem de paraquedas aqui, não lêem o esclarecimento na barra lateral e ficam com a impressão de que eu sou uma grande biruta que fica glorificando doenças crônicas e sedentarismo na internet (por que eu faria isso? Pois é…)

O formato-padrão desse tipo de comentário aqui no NSE é assim:

blablablabla obesidade é doença blablablablabla sua gorda blablablabla força de vontade blablablabla fracassada blablabla No Pain No Gain blablablabla perdedores preguiçosos blablablabla não emagrece porque não quer blablabla RECALQUE.

O blablabla é a parte que apresenta variantes. Mas a base é sempre assim, finalizado, é claro, por um pomposo ‘É MINHA OPINIAUM

Aliás: se você está aqui pela primeira vez, sugiro a leitura da minha entrevista no Think Olga (“deixe o corpo em paz”) para que fique claro que eu não estou aqui fazendo apologia ao descuido com o corpo e a autodestruição (porque eu não sou nenhuma DESMIOLADA pra fazer isso). Leia também o esclarecimento, por favor.

Por falar em Olga, a minha querida amiga Jules, que toca a coisa toda, fez a opção de não aceitar comentários no site dela.

Acho justo.

Eu vejo da seguinte maneira: você troca seu lixinho? Você permite que a louça suja na sua casa chegue até o teto? A Jules é uma blogueira muito séria e responsável, mas não tem a obrigação de ser chamada de “puta” e “feminazi” toda hora.

Existem várias maneiras de driblar os ataques pessoais que sofremos. Eu gosto da solução encontrada pela Ana de Cesaro, que transformou os impropérios que recebe em emocionantes poesias:

– suspiro de comoção –

Mas então como EU lido com a minha dose diária de chorume?
Como lidar com um hater ou mais? NÃO LIDA. Simples assim.

Façamos uso da máxima feminista meu corpo, minhas regras:

1 a 1 a a a a e meu corpo minhas regras

Certo?

Agora uma pequena adaptação:

Meu blog

Este Blog é moderado. Então não: isso aqui não é uma democracia. Não é a casa da mãe Joana. Não é o Facebook. É o meu cantinho de luz. Então sim: aqui existe censura.

Por que? Porque eu prefiro assim e assim me apetece.

Qual é a minha conduta diante de um comentário inoportuno, ofensivo e/ou infeliz?

1) Se você estiver num site grande e o assunto for polêmico: NÃO LEIA os comentários.

Repito: não……leia….os….comentários.

tumblr_m7tvxz80KO1rb3qj0o1_1280

2) Se a etapa 1 não foi cumprida com sucesso, e você leu um grande despejamento de chorume… Não responda. N-Ã-O responda.

Responder um hater resulta numa réplica. Que convida a uma tréplica. E assim, discussões frívolas e improdutivas na internet podem se estender até dar a volta no planeta e nenhuma das partes irá mudar de opinião.

mundo

(Alimentar o mimimi de um troll ad aeternum: um esforço inútil.)

3) Se o que você leu te fez perder a fé na humanidade, procure por conteúdo neutralizador de chorume.

Exemplos:

Um unicórnio gordinho:

Um hamster comendo brocoli

10 horas de Nyan cat na versão JAZZ

Um filhotinho assobiando.

Finalizo com um panda gordinho sentado de costas, que tem potencial ZERADOR de chorume:

October-05-2012-02-00-44-nx

 

Beijos! ❤

Anúncios

14 ideias sobre “Haters: como lidar?      

  1. Patrícia

    O panda foi o máximo. Viu ou leu algo ruim na internet? Faça como o panda:Dê as costas e aprecie a natureza! hehehheheheheheh

Os comentários estão desativados.