#DáumUnlike

Hoje é dia 7 de abril, Dia Mundial da Saúde. Foi instituído em 1948 e a data coincide com a fundação da OMS (Organização Mundial da Saúde).

health_wellness-1

Já discuti anteriormente neste Blog sobre a complexidade de fatores que compõem a saúde humana, mas acredito que precisamos falar sobre uma mácula na construção da saúde dos cidadãos do nosso país.

É a falta de recursos do SUS? São as cláusulas abusivas dos planos de saúde? É o crescimento das doenças crônicas como hipertensão, doenças circulatórias e reumáticas, acidentes vasculares encefálicos, diabetes?

De fato, são pautas válidas para discussão e são problemas que não podemos perder de vista e precisamos investir cada vez mais em recursos de enfrentamento desses problemas.

Não são poucos os desafios que os profissionais da saúde e demais cidadãos e colaboradores têm para enfrentar atualmente.

CLIQUE e conheça o Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil até 2022.

SIM, as doenças crônicas constituem o principal problema de saúde pública no Brasil no século XXI.

Mas tá na hora de mexer num vespeiro. A nutricionista Marina Nogueira já contou sobre isso, e a comunidade de nutricionistas, educadores físicos, médicos, fisioterapeutas e demais profissionais da SAÚDE não pode ficar calada diante do que foi mostrado na seguinte reportagem:

Eu não consigo parar de pensar nesta moça desde que vi a reportagem e fiquei muito chateada. Eu tenho o NSE há cerca de três anos e quem me conhece sabe que eu SEMPRE, sempre disse que esse levante de leigos passando orientações na internet poderia ter consequências muito graves.

Ta aí: “Eu tenho duas hastes de titânio, 12 parafusos também de titânio e uma ponte no lugar da fratura”

Me desculpem, blogueiros leigos, mas vocês são todos uma tremenda pedra no sapato.

3,2,1 e….

recalque-2

 

NÃO. Não é “recalque”! É a realidade e a verdade tem que ser dita.

Como podemos aceitar placidamente argumentos como “larga o livro e vem treinar” ou “lembre-se de que a arca de Noé foi construída por amadores e o Titanic, por profissionais

Sim. Isso foi dito. No Instagram.

– Ter 10 anos de rinite não te faz um alergista.

– Ter mania de fazer dieta não te faz um nutricionista.

– Gostar de crossfit não te faz um educador físico.

Isso tem nome: exercício ilegal da profissão.

LÁ NOS EUA você é “coach”? Legal. AQUI no Brasil você não é nada.

bandeira-nacional

A única coisa que você é, querid@ blogueir@ leig@ é uma pessoa histriônica, narcisista e oportunista que não tem noção da gravidade do estrago que está fazendo e, se tem, não se importa porque não tem escrúpulos e prefere montar em cima do desejo de aceitação alheio, criando um império de ilusões e publicidade não-sinalizada.

A responsabilidade é inteiramente de quem tentou reproduzir os treinos da Zé Ruela Bolognesi?

Não!

Uma pessoa que cria um site no intuito de dar “dicas do bem” e ensina as pessoas a cuspir chocolate e fazer abdominal de ponta-cabeça não pode ter a pachorra de afirmar que não carrega parcela (generosa parcela!) da culpa por uma lesão corporal grave e por dezenas de adolescentes e jovens mulheres em pleno desenvolvimento de transtornos alimentares.

(recebo diversos e-mails de pessoas que transformaram suas vidas num inferno por causa do universo Fitness da internet)

Assim como a VIDA, o direito à saúde é inalienável. Ninguém tem o direito de tirar a própria vida, nem a vida dos outros. A saúde é condição primordial para a vida, logo ninguém tem o direito de tirar a própria saúde, ou a saúde de outrem.

Portanto, amig@ Insta-Fitness: você é um desserviço para a humanidade.

Este é um caso de “FAÇA VOCÊ MESMO” que deu certo:

285767538826904133_rXgty3Vc_c

– Um porta treco de bola de tênis-

Este é um caso de “FAÇA VOCÊ MESMO” que não deu certo:

lesao

– uma lesão grave na coluna, decorrente de exercício físicos praticados sem supervisão de profissional habilitado. –

Parece tentador buscar dicas da internet e não precisar pagar pelo trabalho de um profissional, mas você pode estar arriscando sua vida.

#EXIJA CRN

#EXIJA CREF

EXIJA UM PROFISSIONAL HABILITADO.

Se você segue esse tipo de perfil, faça um favor a si mesmo, ao Brasil e ao mundo: dê um unfollow nesse tipo de página que não agrega nada de positivo para a vida de ninguém.

Antes que seja tarde, #DáumUnlike

Anúncios

3 ideias sobre “#DáumUnlike

  1. Júlia Meirelles

    Maravilhoso seu post e seu posicionamento. Essa ‘nóia’ fitness faz TÃO mal e é TÃO nociva que acho muito importante que profissionais CAPACITADOS como você possam nos alertar sobre isso. Já vou encaminhar para amigos, com certeza.
    Beijos e sucesso!

Os comentários estão desativados.