Arquivo mensal: maio 2014

Não cuspa o chocolate!!

Eu já atendi vários pacientes em ambulatórios, estágios etc.

Alguns com sobrepeso, alguns obesos, outros nem uma coisa nem outra. No entanto, a afirmação “Ai, mas eu AMO doces”, é bastante comum. Essa predileção por doces é particularmente mais frequente entre o público feminino.

Eu digo que não estou ali para proibir o consumo dos doces, mas meu papel é ajudar e por isso repensaremos juntos a quantidade e a frequência do consumo deles.

September-01-2011-22-24-55-toptenphotosof2010

 (É CLARO que nós gostamos de doce!!!!!)

 

Uma dica que eu sugiro e que geralmente ajuda: Se você quer comer um doce… FAÇA o doce.

Existe uma gritante diferença entre:  aquele doce que foi você quem fez, escolheu cada ingrediente dele e foi para a cozinha fazer ele nascer das suas mãos… E o doce que você simplesmente estende a mão na prateleira do mercado e obtém.

O doce feito por você envolve o antes, o durante e o depois. Quando conhecemos o processo do “nascimento do doce”, não ficamos tão ávidos por comê-lo e gostamos de ver os nossos entes queridos desfrutando daquele prato que a gente fez. Além de tudo, podemos levar as crianças com a gente até a cozinha para que elas aprendam sobre o preparo dos alimentos.

Fazer doce: É social, é afetivo, é familiar, é partilha e é positivo.

E é evidente que quando assumimos o compromisso de comer o doce feito pelas nossas mãozinhas, naturalmente a frequência do consumo vai diminuir porque não teremos a disponibilidade de tempo para FAZER cada quindim que quisermos comer  😉

Enfim, a minha dica é: Faça o seu doce.

bolo de cenoura

(Este é o nascimento de um bolo de cenoura feito pela Blogueira que vos escreve ^^’…)

 

Estou falando disso, porque fiquei sabendo que a dica das “Blogueiras Fitness para o consumo de doces é: Cuspa o chocolate (ou seja: apenas sinta o gosto, e não coma).

Queridas: vocês estão loucas.

Vocês estão loucas porque:

1) Existem mais de 50 países no mundo que vivem uma GRAVE situação de insegurança alimentar (ou seja, onde não há acesso pleno ao alimento para todas as pessoas)…e o que vocês estão sugerindo nada mais é que: desperdício.

2) O comportamento de “mastigar e cuspir” é um forte indicativo de transtorno alimentar. E transtorno alimentar não é glamour: é doença.

3) Pessoas dentro do grupo de risco para desenvolvimento de transtornos alimentares estão tendo livre acesso ao conteúdo DOIDO que vocês divulgam. Incluindo crianças, pré-adolescentes e adolescentes.

4) Pessoas que têm um distúrbio do comportamento alimentar estão sendo ridicularizadas pela futilidade da sugestão de vocês.

Cuspa o chocolate em nome de uma “linda barriga”….. Vocês não podem estar falando sério!!! E vocês não podem estar achando que profissionais de saúde SÉRIOS tolerarão isso.

10372021_10203701066988341_7474370895252988265_n

 

Minhas queridas: depois que vocês morrerem, se não solicitarem a cremação, poderão desfrutar de serem esqueletos FOREVER. Zero gordura. @MAGRASFOREVER. Pela eternidade. Enquanto isso, por favor: parem de contaminar a internet com o conteúdo ultrajante de vocês.

MAGRA FOREVER, UHUUUUUL!!!!!!

 

Vocês nunca pararam para pensar que estão ADORANDO um segmento avulso do corpo humano, uma coisa completamente aleatória que não faz nada de edificante ou positivo para a vida de ninguém?!  Tipo… uma xícara amarela?!

xicaraaa

(Porque o abdomen de uma pessoa SEM CABEÇA seria mais importante do que uma xícara amarela?)

 

POR FAVOR: se vocês têm essa urgência de ADORAR, por favor escolham uma outra religião e adorem a paz, a tolerância, o respeito ou ALGUMA COISA QUE FAÇA DIFERENÇA PARA O MUNDO.

Por favor, Brasil: Não cuspa o chocolate!!