“Tem que emagrecer, né?”

Vou narrar um episódio que me partiu o coração:

cute_crying_rabbit_holding_a_broken_heart_pendant-reba34c1137134adc84741ec83551d464_fkoep_8byvr_512

Uma vez eu estava atendendo no ambulatório do Hospital das Clínicas (Nutrição) e eu recebi uma senhorinha muito querida. O caso era pós-operatório de câncer de intestino e ela tinha 82 anos.

Conversei com ela para compreender um pouco mais. Ela estava com baixo peso corporal e um tanto fraquinha. Então a ideia era recomendar uma alimentação que a deixasse mais revigorada. Mais calorias. Mais nutrientes.

Conversa vai, conversa vem e então ela me disse:

 “Perdi bastante peso com a cirurgia. Mas eu tô triste”.
– Por quê a senhora está triste?!
-“Porque eu queria ter emagrecido mais.”
– Quem falou isso para a senhora? O seu médico?
“Não. Mas tem que emagrecer, né?”

Recapitulando: idosa. 82 anos. Pós-operatório de câncer. Com baixo peso. Querendo emagrecer. Porque viu na TV que “precisa”.

Coitadinha, gente. Sério.  =(

Com muita calma eu expliquei que é importante que idosos tenham uma reserva corporal de gordura (O IMC para idosos é um pouco diferente e o peso normal se enquadra entre 22 e 27) é natural que idosos tenham menos massa magra no corpo, isso é fisiológico. E além de tudo, ela foi encaminhada para nós justamente porque estava magrinha, ou seja: frágil demais para enfrentar o pós-operatório.

idosinhos(o corpo dos idosos tem características fisiológicas especiais)

A obsessão com o corpo, a estética e o emagrecimento afeta as mentes de mulheres, homens, crianças, adolescentes, adultos e idosos. TODO MUNDO quer emagrecer. Seja necessário ou não. Seja possível ou não. Faça sentido ou não.

Quando eu comento sobre “culto ao corpo”, eu estou falando de CULTO no sentido pleno, literal, da palavra:

Uma adoração à entidade mística do corpo sarado e divino. Que envolve rituais, crenças e tem muitos adeptos.

Apollo

(“Adore meu tanquinho!”)

Os que se comprometerem com todas as práticas de expiação e sacrifício farão parte do “convívio dos eleitos”… Merecerão a glória de comprar roupas de grife, ir à praia (hereges não merecem o sol), seduzir na balada, sair bem na foto e publicar no Instagram… Todos os magros merecem o céu.

Os pecadores, os hereges, os imorais que se rendem aos prazeres da comida e ao sedentarismo são marginalizados e sofrem profunda reprovação social. Merecem o inferno. Merecem a fogueira.

Praise

(“MASSA MAGRA, te venero”)

Minha senhorinha não merecia a fogueira… Ela só estava confusa por viver num mundo que grita pra ela o tempo todo: “-Emagreça de qualquer jeito, a qualquer custo, seja você quem for!!”

Emagrecimento não é para todos em todas as circunstâncias.

Ps: antes dos mal entendidos esclareço que NÃO estou afirmando que todas as pessoas do mundo devem ser gordas. NÃO estou negando os benefícios da boa alimentação e exercícios físicos. NÃO estou atacando atletas. NÃO estou fazendo apologia à obesidade e nem ao McDonald’s. NÃO estou dizendo que quem tem problemas por causa do excesso de peso deve ignorar o fato.

Anúncios

2 ideias sobre ““Tem que emagrecer, né?”

  1. fefahel

    Parabéns pelo post! Espero que mais pessoas leiam e reflitam sobre isso. É lamentável que este culto ao corpo chegue a todas as gerações. E fico feliz por mais pessoas, como você, lutarem para que isso chegue ao fim.

    Beijos!

Os comentários estão desativados.