5 vezes ao ano

Uma pesquisa promovida pelo site payasugym.com, e publicada no Daily Mail indica que as mulheres se rendem, em média, a cinco razões anuais para tentar modificar o corpo, correndo para academias de ginástica e começando novas dietas. Algumas mulheres chegam a tentar 7 vezes por ano.

self-esteem-negative-body-image2

(“eu sou feia!”)

Praia, casamentos, eventos, término e início de relacionamentos estão entre os motivos citados.

“A maioria das mulheres se esforça para eventos e ocasiões específicas e se empenham com os exercícios em pequenos ‘surtos’ rápidos e curtos.” (Jamie Ward, para o Daily Mail).

Gente. Isso não é bom. Isso não pode ser bom.

Por quê nos ensinaram a sentir repulsa pelo nosso próprio corpo? Por quê achamos que nossa aparência precisa ser modificada? E mais importante ainda: Por quê nós achamos que isso é possível?!

Essa é a Ana. Ela tem 1,63m de altura e olhos verdes:

doodle_chibi_girl_by_shugo_tard-d53g2pv

A Ana sabe que seus olhos não se tornarão castanhos pelo mero desejo de que isso aconteça. E ela também sabe que tem 1,63m e pronto. Não vai ficar maior e nem menor do que isso. Por meio de tentativas.

Por quê, Meu Deus, pensamos que nossa constituição física pode ser modificada através da “força de vontade”?

…Se isso fosse tão atingível/possível, não seriam necessárias duas, três, cinco, SETE tentativas ao ano, certo?

E assim se passa um ano, e vivemos em função de eventos EXTERNOS à nossa pessoa. E vivemos em função do nosso corpo. E da nossa insatisfação com ele.

A ideia de que seremos felizes quando nossa barriga for X, nosso peso for Y, nosso manequim for W e nossas medidas forem Z é uma GRANDE MENTIRA.

body-image2

Vida é aquela coisa cheia de variáveis incontroláveis que acontece AGORA. Que está acontecendo agora. E é completamente independente do tamanho/formato do nosso corpo.

O sol nasce para todos. O mundo gira para todos. E o percentual de gordura corporal não tem nenhum poder sobre o destino ou a sorte.

Não temos outro corpo. E mesmo que tivéssemos, um “corpo perfeito” não é um passaporte para uma nova vida plena, feliz, cheia de realizações. Por quê nós insistimos em acreditar numa BESTEIRA dessas???

Auto-rejeição não pode fazer ninguém feliz.

Gente. Isso não é bom. Isso não pode ser bom.

Anúncios