Big Brother

Recentemente terminei a leitura e recomendo o livro “Grande Irmão”, de Lionel Shriver.

grande-irmao-lionel-shriver-ligia-braslauskas-livro-600

Este não é o “Grande Irmão”, de George Orwell. Mas curiosamente tem a ver com vigilância.

Paranoia, desconforto. Aquela sensação de estarmos sendo constantemente observados. E julgados.

É um livro sobre a obesidade.

Sem rodeios, sem temores, sem alívio, sem eufemismos.

Um dedo na grande ferida da sociedade contemporânea: Corpo, comer e comida.

É um livro sobre orgias alimentares.
É um livro sobre jejum.
É um livro sobre preconceito.
É um livro sobre auto-desprezo.
É um livro sobre a dieta da moda.
É um livro sobre comida caseira.
É um livro sobre sedentarismo.
É um livro sobre exercício físico.

É um livro sobre nossa insistente incompatibilidade com a moderação.

Lionel Shriver apresenta “Grande Irmão” aos brasileiros.

“Fico me perguntando se houve alguma época em que as pessoas simplesmente comiam alguma coisa e tocavam a vida. Toda vez que abro a geladeira, tenho a sensação de estar olhando para uma biblioteca refrigerada de livros de autoajuda.” 

(Lionel Shriver)

Ps: se você gosta de leitura, recomendo também “Precisamos Falar Sobre o Kevin”, que é da mesma autora. Não trata de temas relacionados com esse Bloguinho, mas é um livro MUITO BOM, bem escrito e muito chocante. Me tirou ao menos duas noites de sono. D=

Anúncios