A morte da infância

Há algo de podre no universo dos concursos de beleza infantil.

Por casualidade (não estava exatamente fazendo pesquisa…) encontrei um vídeo que fez meu queixo cair e bater no chão. A pequena Mia, de 2 anos, performando uma Mini-Madonna num concurso:

(aos 40 segundos, a coisa fica um tanto constrangedora…)

Logo em seguida encontrei a imagem da pequena Paisley, de 3 anos, vestida como a personagem de Julia Roberts, Vivian Ward,  em “Uma Linda Mulher”.

paisley-dickey-julia-roberts

(Para quem não lembra, “Pretty Woman” [1990] conta a história de uma prostituta que engata um romance com um milionário bonitão que inicialmente só queria sua companhia por uma semana)

Então sim, me parecem evidências claras de sexualização infantil. Praticada pelas mães. Por causa do dinheiro do prêmio.

Apenas alguns cliques a mais me levaram a descobrir que as mães de duas ex-participantes do programa “Toddlers and Tiaras”, Reality Show americano que documenta os bastidores dos concursos, agora investem na carreira solo de seus rebentos.

157780888

Eden Wood e Isabella Barret têm seis anos. Ambas são milionárias. Ambas têm grifes de maquiagens, roupas, calçados e artigos para concursos de beleza. Ambas ganham generosos cachês com aparições em videoclipes, eventos, desfiles e programas de televisão.

(Eden e Isabella, de 6 anos, performando como se tivessem 16)

Mencionei que elas têm 6 anos?

Trabalho infantil? Hell, yes.

Não é surpresa que nos estados unidos, milhares de pequenas desejam seguir os passos das Mini-Divas que viveram histórias de “sucesso”.

Lições a serem aprendidas desde cedo (tipo, desde quando você tem 2 anos):

– Se você é do sexo feminino, seu valor está na sua aparência.
– Você pode conquisitar um espaço no mundo balançando sua bundinha.
– É muito legal e muito importante consumir, consumir e consumir.
– Batom, esmalte, cera quente, cílios postiços, maquiagem, bronzeamento artificial e até tintura de cabelo são itens que fazem parte da infância.
– Pequenas-glamourosas não podem se dar ao luxo de brincar.

ALGUÉM, por favor leve essas crianças ao parquinho!

Anúncios

3 ideias sobre “A morte da infância

  1. Flavia Vianna

    Ah, essas mães…

    Eu tenho uma filha de 4 anos que tem o cabelo com cachos nas pontas. Outro dia chegou em casa assim. “Mamãe, preciso cortar o meu cabelo” e eu “cortar o cabelo, por que?” e ela “porque o meu colega falou que a mãe dele falou que só cabelo liso é bonito.” Fiquei alguns minutos olhando pra ela e ela “aí ele me mostrou que até aqui, ó (no queixo) meu cabelo é liso, então é só cortar”.

    Mencionei que ela tem 4 anos?

    Só consegui pensar nesse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Ei6JvK0W60I conversei seriamente com o meu marido e com a professora pedindo uma reunião de pais, mas já estou preparando psicologicamente para a guerra que vou enfrentar a medida que meus filhos forem crescendo.

  2. Ariel Leite

    Olha, eu n acho q as mães que inscrevem suas filhas nesse tipo de concurso estejam de olho no dinheiro do premio como vc sugeriu. É importe pensar que essas mães vivem na mesma sociedade machista que todas nós e sofrem o mesmo tipo de pressão a que estão expondo sua filhas e muito provavelmente acreditam q estão fazendo um bem a elas ao as expor desse modo.
    PS: Se gasta muito mais pra participar desses concursos do que se ganha.

Os comentários estão desativados.