Intoxicação alimentar e “La Divina”

Nessa semana eu tive um quadro agudo de intoxicação alimentar.

FT_028_01

Aquela história: devo ter comido alguma comidinha estragada, não sei direito onde, não tenho certeza de qual alimento. Apenas palpites.

Resultado: uma dieta rica em Gatorades e canja de galinha. E canja de galinha e Gatorades. Por cerca de 4 dias.

O que me deixou ESTARRECIDA foi o que algumas pessoas que me disseram:

 “- Intoxicação alimentar? Que maravilha! Agora vai emagrecer!”

ou

“- Por quê eu também não posso ter uma intoxicação alimentar, para emagrecer bastante bem rápido?”
(mencionado por colega do sexo feminino ABSOLUTAMENTE dentro do peso corporal normal. Bastante atlética, inclusive.)

OMG[OMG!]

Não! NÃÃÃÃÃOOO!!!

Não foi “maravilhoso” e não foi “legal”!

Eu tive mal estar, calafrios, insônias, dores no corpo todo, fiquei 3 dias vegetando na cama, tô fraca, com fome, só posso comer coisas chatas, minha flora intestinal foi comprometida e eu tive que tomar vários remédios que vão derreter meu fígado.

Não foi exatamente um Glamour. ¬¬.

Fico tão triste em observar que a finalidade de emagrecer esteja acima de conceitos como qualidade de vida e saúde. O que é irônico, não? Porque na cabeça doida da sociedade ocidental, magreza significa saúde.

Acho complicado que pessoas estejam por aí completamente sem freios para fazer comentários infames, pois não sabemos QUEM está recebendo a mensagem. Quero dizer, se eu fosse uma garota com minhocas na cabeça, eu poderia acreditar que:
a) Preciso realmente emagrecer.
b) O que aconteceu no meu corpo foi uma coisa boa.
c) O importante é a aparência do corpo e não o estado de saúde dele.
d) Talvez seja legal continuar com a dieta restrita que recebi por causa da intoxicação alimentar.

Eu poderia até ter um transtorno alimentar já plenamente desenvolvido e esse tipo de comentário
(“- intoxicação alimentar? Mas que maravilha!”) serviria como um desserviço sem precedentes.

Foi assim que eu lembrei da Maria Callas, “La Divina, que foi a mais talentosa cantora lírica que o mundo já conheceu.

Ela era uma pessoa “gordinha”. E tinha um talento incrível para o Bel Canto. Quando saiu da Grécia e tentou carreira no Metropolitan Opera de NY, foi recusada. Não por falta de talento, mas porque sua aparência não agradava (pressão BÁSICA no meio artístico: “você tem que emagrecer. Se vire.”)

Foi então que ela tomou a decisão drástica de ingerir ovos de tênia…E emagreceu 17Kg. Muito rapidamente.

E assim ela ganhou os palcos do mundo todo e o público reconheceu o talento de La Divina. Talento que já estava lá, mas somos tacanhos demais para aprendermos a não julgar um livro pela capa.

Ela foi eleita a mulher mais bela do mundo em 1954. Parece legal, hein?

Na verdade, não. A vida dela foi uma verdadeira Ópera (e daquelas bem tristes!) repleta de solidão, abandono, traição, depressão, vícios… Aplausos de todas as plateias e um coração que se sentia sempre vazio.

Mas enfim… Se o interesse pelo emagrecimento por meio de parasitas persistir, existem várias opções! Tem as tênias, o vibrião colérico, amebas…

A Giardia lamblia é um protozoário bem simpático e vai te destruir por dentro!

giardia
(trofozoítos de Giargia lamblia)

Pppppfffft. Grandes coisas, o importante é vestir manequim 38.

Anúncios

4 ideias sobre “Intoxicação alimentar e “La Divina”

  1. Rosane AS

    Olá!

    Passei uma situação semelhante.
    Cheguei aqui procurando um canja de galinha para o mesmo fim só que para o marido.
    Eu poderia fazer um texto para falar da minha indignação com o mercado que me vendeu a carne estragada e com o hospital que me deu um péssimo atendimento, sendo particular.
    Porém meu objetivo em comentar é incentivar você a continuar.
    Pois, adorei o seu post, é claro e informativo.
    Você está certíssima no que disse! E ainda disse muito bem.

    Parabéns!

  2. Não sou Exposição. Autor do post

    Oi querida!

    Muito legal o seu comentário!

    Eu acho que “o segredo” (se é que existe um segredo) é saber que nada disso que a mídia preconiza tem lógica, porque as pessoas valem MAIS do que a aparência do corpo delas. Um corpo não DEFINE quem você é. Você não existe para os outros ficarem te olhando. Você não é um item em exposição para ser avaliado.

    Eu sempre procuro ter paciência, e geralmente quando as conversinhas sobre emagrecimento/corpo/mimimi começam eu argumento com perguntas.

    Exemplo:

    “Nossa, você tá muito SECA!”….. -Eu deveria estar MOLHADA?

    (cá entre nós, cada bobagem…)

    Ser magra/gostosa/bonita não é sinônimo de felicidade. Não vamos acessar as coisas mais significativas da vida com dieta, exercício e produtos cosméticos. Isso é uma BESTEIRA. Que nos falam porque dá dinheiro. Para muitas indústrias.

    Mas eu não tenho muita paciência não, se eu tivesse, eu não teria esse Blog. 😀

    Um grande abraço para você! Fiquei feliz com seu texto!

    – Favorite o Blog para não perder mais 😉

  3. C.

    Olá! Lamento pela sua intoxicação, e principalmente pelas coisas que você teve que ouvir. Adoro seu blog do fundo do meu coração, e te admiro muito (o vi algumas vezes e levei muito tempo pra reencontrá-lo, fiquei triste com a possibilidade de não existir mais). Desculpe por ser uma garota com minhocas na cabeça lendo as suas palavras. Eu não as coloquei lá sozinha e também não sei tirar. Queria poder resistir à toda essa pressão da sociedade, assim como você.
    Agora, deixe-me falar um pouco sobre mim, acho que pode ser interessante. Sou naturalmente magra. Peso menos que 40kg. Isso é pouco pra qualquer altura. Mas você acha que recebo muitos elogios e sou bem aceita? Não duplo, porque o importante TAMBÉM é ter um bumbum grande, coxas grossas. O padrão das angels não é seguido aqui no Brasil. Você não pode ser bonita se não se parecer com uma panicat. Isso é algo pra se lembrar. E a urgência que das pessoas vem de todos os lados: amigas, familiares, estranhos. “Nossa, você tá muito SECA!” E é como se você estivesse viva com o único propósito de ser bonita e gostosa, viver na academia. Você não tem outras ambições na vida. E ser inteligente não é mais uma prioridade pra nenhum requisito.
    Me ensina, qual é o segredo pra ter paciência com isso?

Os comentários estão desativados.