Sociedade da IMAGEM.

A imagem a seguir demonstra o que aconteceu no mundo em questão de 8 anos:

Papa(Praça de São Pedro, Vaticano. Nomeação do Papa Bento XVI em 2005. E nomeação do Papa Francisco em 2013)

Um item chama a atenção? É.

Tablets, tablets, tablets.

HOJE, em 2013, um evento só tem validade…se a imagem dele está na internet.

Eu só fui em tal festa….. se eu coloco no álbum do Facebook.
O meu bichinho de estimação somente é engraçadinho…. se a foto dele for “curtida” no Facebook.
Eu só começo a namorar um fulano…..se eu altero o status do Facebook.
O Papa só foi eleito….quando eu tiro a foto dele com meu Tablet.

O meu valor pessoal não está em mim. Está na minha imagem…e no quanto ela é “curtida”.

Perdeu-se a diferença entre público e privado. Do que é domínio público, e do que é meu.

baby twitter

O resultado: vidas desconectadas da realidade, exibicionismo, hiper-exposição da nossa própria imagem, 100% tempo para os outros e 0% para nós…e até consequências mais sérias e desagradáveis por causa de imagens que perdem o controle no mundo virtual.

Se você comeu sucrilhos hoje, não há necessidade de escrever no Twitter para que a ação se torne REALVocê comeu Sucrilhos. Confie. Acredite. A realidade ainda existe.

321396_582299941803604_892105435_n

Uma amiga minha me passou isso aqui: THE QUIET PLACE PROJECT. É bem interessante,vale a pena dar uma olhada. =]

Anúncios

Uma ideia sobre “Sociedade da IMAGEM.

  1. Dani

    Hahaha, post muito divertido! “Se você comeu sucrilhos hoje, não há necessidade de escrever no Twitter para que a ação se torne REAL… Você comeu Sucrilhos. Confie. Acredite. A realidade ainda existe”.

    Sabe que o dia que eu vi essa foto do Papa, eu fiquei pensando mesmo nisso.. parece loucura, mas é isso.. as pessoas não conseguem mais experenciar o momento que estão vivendo, precisam filmar tudo, provar pros outros que viveram aquilo.. não é nem uma questão de compartilhar aquele momento com os amigos, ou de registrar pra guardar na memória.. sei lá, parece que precisam dessa tecnologia pra sentir que realmente viveram aquilo, que aquilo valeu a pena…

Os comentários estão desativados.