Notícia triste.

Uma notícia triste:
Agências de modelos recrutam garotas em clínicas de tratamento de transtornos alimentares.

Os “olheiros” das agências de modelos esperam pelas garotas na porta da clínica. E chamam para dar uma volta, e conversar.

Um crime. O abuso dos abusos. Quando você tem um transtorno alimentar grave, tudo o que você precisa ouvir é que estar perigosamente abaixo do peso não tem problema… e é até chique.

Explorar garotas doentes e vulneráveis, venerar corpos emagrecidos, promover um único tipo de aparência como a desejável é IRRESPONSÁVEL, e prova que a indústria da moda fica satisfeita em LUCRAR com doenças.

Sim. lucrar com doenças. É como convidar pacientes terminais de câncer, ou alguém que esteja morrendo de AIDS para um ensaio fotográfico. A mesma, mesmíssima coisa.

Transtorno alimentar NÃO É glamouroso. O mundo da moda fará apenas uma coisa por essas garotas: causar sofrimento, e explorar. É um convite para uma jornada ao inferno.

Eating-Disorders-Week

1 em cada 10 garotas sofre risco de ter um distúrbio alimentar. Não incentive.

Anúncios