Retratos da Real Beleza

Uma iniciativa muito saudável e muito louvável do Dove Institute:

RETRATOS DA REAL BELEZA

Um especialista em retratos falados desenha o rosto dessas mulheres… Narrado por elas mesmas.

Resultado: a percepção das próprias feições é distorcida, ou seja, não conhecemos o nosso próprio rosto (nem o nosso corpo!).

Apenas 4% da população mundial feminina considera-se bonita. Há estatísticas que indicam que o índice é de 2%.

Vamos mudar essa estatística!

… VOCÊ É MAIS BONITA DO QUE IMAGINA.

maisbonita

Após algumas discussões pela internet, no Brasil e fora dele, sobre o verdadeiro teor da campanha da Dove, me senti inclinada a escrever algumas palavras.

A visão crítica do anúncio diz o seguinte:  ele não está dizendo que a definição de BELEZA é na realidade, mais ampla do que a simples aparência física. E o anúncio também não diz que se encaixar na definição midiática convencional de “beleza” (ter uma aparência atraente) não é a coisa mais importante que existe. A Campanha da Dove, na realidade, não desafia e não contesta a objetificação feminina. O que o vídeo ensina é que: você não está TÃO LONGE do PADRÃO como você imagina.

Minha opinião: eu não considero a campanha nociva. Acredito que enxergar beleza na diversidade e singularidade dos nossos próprios traços é um ótimo começo no caminho da auto-aceitação. Considero muito importante que tenhamos uma percepção REAL das nossas faculdades físicas. Nós somos valentes, fortes, inteligentes. Temos muitas qualidades. E creio que ter noção dos nossos atributos não-físicos também é muito importante. Mas identificar, aceitar e admirar a nossa verdadeira dimensão e constituição corporal faz bem, e é uma prática saudável.

Anúncios