Nesfit e o biquíni

Recebi de uma colaboradora esta contribuição:

Campanha do cereal “Nesfit”.

Um medonho exemplo de como a imagem corporal negativa pode afetar nossas vidas, e de como isso é validado pela mídia o tempo todo.

Para começo de conversa, a garota da propaganda NÃO PRECISA emagrecer. De maneira alguma.

Acontece que o mundo da publicidade é tão maluco que escolhe uma garota magra para interpretar uma garota gorda, afinal um padrão corporal diferente (em qualquer sentido!) nas imagens é absolutamente proibido.

SUPONDO QUE a garota do vídeo esteja realmente acima do peso:

1) “Operação biquíni” é uma terminologia curiosa, pois “Operação” é nomenclatura de guerra, e geralmente o que ocorre é um inimigo, e um alvo a ser destruído. Estar “em guerra” com o próprio corpo dificilmente é uma atitude saudável, pois autoestima e autocooperação são elementos fundamentais para nossa saúde mental.

2) A propaganda está ensinando que somente garotas magras têm o direito de ir à praia. E isso não é verdade. A praia é um espaço público de descanso e lazer, e não é uma passarela de desfile. Os corpos das pessoas não estão valendo nota. Se você compra biquíni para ir à praia e ser observada pelos outros e avaliada, ou se você sente que pode frequentar a praia somente quando seu corpo “é digno” de tal atividade. Pense sobre isso. Algo está desajustado.

3) A propaganda ensina que descansar, ter momentos de lazer, sair com os amigos depende do formato do seu corpo. Ou seja, se o seu corpo não é “aceitável” (sabe Deus de acordo com quais parâmetros…), você não tem direito de se divertir!

“Gorda: fique de castigo e pense em como o seu corpo ofende a sociedade. Sua feia.”

4) A propaganda é também uma nítida AULA de como desenvolver um transtorno alimentar, porque levanta a pergunta: “Você está pronta para usar este biquíni?”, sendo que não oferece quais são os mecanismos para encontrar a resposta. Ou seja, estar pronta ou não-pronta para o biquíni é um critério que existe na mente da garota. E esta é uma forma muito perigosa de avaliarmos o nosso corpo.

Esta propaganda é uma AFRONTA à todas as mulheres. Não tolere.

PÉSSIMO, Nestlé. PÉSSIMO, Nesfit.

Anúncios