Arquivo mensal: dezembro 2012

Injusto.

Há décadas a posição da mulher de eterna “dona de casa” foi deixada para trás. Muitas mulheres lutaram por isso. Conquistamos o direito ao voto, direito de estudar em universidades, direito de participar do mercado de trabalho, direitos civis, nos livramos do espartilho.

PORÉM:

Ser mulher hoje, em pleno século XXI, é injusto.

É injusto porque no ambiente de trabalho, somos avaliadas por nossa aparência.

Corremos o risco de sermos demitidas…

…por sermos FEIAS.
…por sermos VELHAS.
.
..por sermos GORDAS.

Ou por sermos BONITAS demais.

Não é justo. E não tem escapatória.

Se somos gordas… somos negligentes.
Se somos velhas… nossa aparência está “gasta”.
Se somos feias… afastamos os clientes.
Se somos belas… nós estamos provocando.

As condições de trabalho serão iguais para homens e mulheres SOMENTE quando:

formos avaliadas e recompensadas pela qualidade do nosso trabalho e nossa capacidade, e não pela nossa aparência.

Não é justo. Jamais permita-se ser julgada pela aparência.