Medo de…gordura?

“Por que o único lugar bom para a gordura existir é fora do seu corpo.”

Estes são os dizeres que vi em um anúncio de uma clínica de estética. Pois bem, não é verdade.

Por muitos anos a comunidade científica atribuiu ao tecido adiposo as funções de armazenar energia, manter a temperatura e proteger as estruturas do corpo contra choques mecânicos.
Hoje, sabe-se que o tecido adiposo (ou seja, a gordura presente no nosso corpo) é um órgão endócrino complexo, responsável por muitas respostas fisiológicas necessárias e naturais que atuam no controle de gasto calórico, apetite e saciedade. O tecido adiposo é um ÓRGÃO multifuncional, que se comunica com os demais órgãos e sistemas orgânicos. E não um alienígena maligno habitando nosso corpo!

Então, desejar a gordura FORA do nosso corpo?…Má idéia.

A obesidade é uma doença ocasionada por diversos fatores e motivos, e nela apresenta-se o excesso de gordura corporal, configurando assim um quadro patológico. Porém, todos os corpos humanos devem, SIM, possuir níveis normais e orgânicos de gordura presente.

Vale a pena conhecer a história de Lizzie Velasquez, uma jovem americana vítima de uma rara doença que lhe causa muitas dificuldades e sofrimento: ela não consegue engordar. É incapaz de reter gordura corporal por causa de sua síndrome.

Ou seja, 0% de gordura: o “sonho” preconizado pela clínica de estética.

http://www.aboutlizzie.com

Anúncios